Baile

lost in translation

Talvez eu nunca tenha feito tantos planos

Talvez eu nunca tenha tido tantas coisas

Talvez eu nunca tenha sido o suficiente eu no caminho até aqui

Talvez as incertezas me confundam demais

Então eu paro

Reparo no canto vazio

Não queria ele assim

Mas como é bom o vazio

Tenho dormido pouco

Aprendi a dormir bem

Cada outro em sua dor

Todos e ninguém

A música me anima preenchendo os espaços

Uma dança com o vazio

O nada me preenche

O olhar me é suficiente pra caminhar de novo na direção

Todo dia e nunca mais

Vou passar um café

Você quer?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s